Rondônia, 26 de Maio de 2019
ESPORTES

Fórmula 1 confirma ponto a piloto que fizer volta mais rápida; regra valerá já no GP da Austrália

Fonte: Assessoria
  • Fórmula 1 confirma ponto a piloto que fizer volta mais rápida; regra valerá já no GP da Austrália
Por GloboEsporte.com — Genebra, Suíça


A FIA (Federação Internacional de Automobilismo), a Fórmula 1 e os times aprovaram, nesta segunda-feira, a ideia de agraciar com um ponto o piloto que fizer a volta mais veloz em uma corrida. A iniciativa passa a valer já a partir da abertura da temporada 2019, no GP da Austrália.

Contudo, para receber o bônus, o piloto terá de terminar a corrida entre os dez primeiros colocados, como já acontece na F2 e F3, as categorias da base da F1. Segundo a Federação, a equipe pela qual o piloto compete também ganhará um ponto. Com a mudança, o campeonato passa a disponibilizar uma quantidade extra de 21 pontos ao longo da temporada.

A ideia surgiu com o intuito de apimentar o fim da corrida, quando muitos pilotos já diminuíram o ritmo para economizar equipamento. A mudança, sugerida pela categoria, foi aprovada pelo Conselho Mundial de Esportes a Motor em 7 de março, na Suíça, e depois submetida ao Grupo de Estratégia (formado por equipes) e à Comissão da F1, que aprovaram por unanimidade nesta segunda-feira.

Se a regra, que existiu entre 1950 e 1959, estivesse em prática no ano passado, Valtteri Bottas teria embolsado sete pontos extras e e passado Max Verstappen e Kimi Raikkonen na tabela do Mundial de Pilotos, terminando a temporada no terceiro lugar.

Ponto para pole foi ideia abandonada

A Liberty Media, dona da F1, também levou em consideração agraciar o piloto que anotou a pole com um ponto. Contudo, abandonou a ideia, já que isso poderia fazer com que o campeonato fosse decidido no sábado, tirando a importância da corrida.
  • Fórmula 1 confirma ponto a piloto que fizer volta mais rápida; regra valerá já no GP da Austrália