Rondônia, 07 de Dezembro de 2019
POLÍCIA

MPRO e Polícia Civil deflagram operação para contra Prefeitura e Câmara de Campo Novo de Rondônia

Fonte: Assessoria
  • MPRO e Polícia Civil deflagram operação para contra Prefeitura e Câmara de Campo Novo de Rondônia
Por Ascom MPRO


O Ministério Público de Rondônia, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), com apoio da Polícia Civil, deflagrou na manhã desta quarta-feira (17/7) a Operação Apófis, destinada a desmantelar esquema de corrupção na Prefeitura e Câmara de Vereadores de Campo Novo de Rondônia que operou entre os anos de 2013 a 2019.

Cerca de 50 policiais civis cumprem mandados de busca e apreensão e afastamento de funções públicas expedidos pelo Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia.A investigação realizada pelo GAECO revelou um esquema criminoso liderado pelo titular do Poder Executivo, um representante do Legislativo e outros agentes públicos da Prefeitura, bem como de empresários do Município.

Dentre as irregularidades apuradas até o cumprimento das medidas cautelares tem-se a associação para a prática de crimes, peculato desvio, fraude à licitação, retenção indevida de contribuições previdenciárias e falsidade ideológica, além de ilícitos civis caracterizadores de improbidade administrativa na modalidade enriquecimento ilícito, dano ao erário e violação dos princípios da legalidade e moralidade administrativa.

O nome da operação faz referência a mitologia egípcia, segundo o qual o Deus Apófis era a personificação do caos e destruição, remetendo, portanto, à desordem que se instalou no Município de Campo Novo de Rondônia, ante os vários ilícitos praticados em face da administração pública municipal.
  • MPRO e Polícia Civil deflagram operação para contra Prefeitura e Câmara de Campo Novo de Rondônia