Rondônia, 17 de Outubro de 2018
ESPORTES

Piloto que perdeu as pernas em acidente na F4 volta a dirigir em carro adaptado

Fonte: Assessoria
  • Piloto que perdeu as pernas em acidente na F4 volta a dirigir em carro adaptado
Por GloboEsporte.com

A jovem promessa britânica está de volta. Billy Monger dirigiu um carro de corrida pela primeira vez desde que sofreu um terrível acidente em abril do ano passado, quando teve as duas pernas amputadas. O piloto de apenas 18 anos testou um carro adaptado de Fórmula 3, na pista de Oulton Park, na Inglaterra. Em suas redes sociais, Billy não escondeu a felicidade.

- Não pensei que isso fosse ser possível há uns meses. Longo caminho ainda pela frente, mas o objetivo está chegando mais perto. Obrigado a equipe Carlin Racing por tornar o dia de hoje possível.

Em 2017, Billy Monger atingiu em cheio a traseira de um adversário em corrida da F4, em Donington Park. A equipe de resgate levou quase uma hora para tirá-lo de dentro do carro antes de conseguir levar o piloto para o hospital. Por conta dos danos severos em suas pernas, as duas tiveram de ser amputadas na altura do joelho. O caso comoveu muita gente, e um "crowfunding" foi iniciado para recolher recursos para a recuperação do jovem, somando uma quantia de mais de 1,3 milhão de dólares em poucos dias, tendo doações até de Jenson Button e Lewis Hamilton. Este último, inclusive, parabenizou Billy no Twitter por seu retorno.

- Orgulhoso de você, Billy - publicou Lewis Hamilton.

Junto com a Chapecoense, Billy Monger está entre os indicados para receber o Prêmio Laureus na categoria de 'Melhor Momento Esportivo do Ano'. O piloto foi indicado por conta de sua história inspiradora de superação em fazer de tudo para retornar ao esporte mesmo depois de perder as duas pernas. Já a Chape está na lista pela reconstrução do clube e das carreiras dos sobreviventes do trágico acidente com o avião da equipe em 2016.
  • Piloto que perdeu as pernas em acidente na F4 volta a dirigir em carro adaptado